quarta-feira, 3 de março de 2010

À Mesa do De Castro Elias

Passo alí todos os dias a caminho de casa, mas estava longe de imaginar que este era o espaço da moda que as minhas amigas comentavam... De Castro Elias.

O local é despojado e acromático, pois à exepção das particulares mesas altas e encarnadas da entrada, inspiração espanhola, tudo é branco.

É quase impossível jantar sem mesa marcada e por isso disse no inicio que era um espaço da moda.

Os pontos negativos:
- A configuração da sala, um corredor largo, sem espaço, onde as pesas estão dispostas, tipo sala de aula.
- A sala do fundo é pequena e ainda colocam as mesas em cima umas das outras. Ontem estava literalmente a tocar na mesa ao lado. Não há privacidade e somos obrigados a partilhar a nossa conversa com os restantes presentes
- O cheiro da sala do fundo, devido à proximidade das instalações sanitárias
- A carta de vinhos. Na minha opinião não têm uma selecção nem abrangente nem coesa. Passa de vinhos menos caros a vinhos muito caros, sem meio termo.
- Não aceita cartão Visa.

Os pontos positivos:
- A recuperação da gastronomia portuguesa.
- A qualidade da comida. Provei feijão manteiga com ameijoas e feijão branco com gambas e ambos os pratos estão aprovados, mas sugiro a inclusão do tipico arroz branco, mais tarde pedido.
- O serviço, apesar do número reduzido de empregados para o número de clientes, as pessoas são esforçadas e simpáticas.
- Boa relação qualidade preço, apesar do restaurante ser vendido como low cost.
- A companhia das minhas amigas que minorou as falhas existentes.

Um sitio a visitar agora ou nos próximos meses, mas sem pressas.

Saber mais em De Castro Elias
T. 21 797 92 14

Sofia Almeida

2 comentários:

P@LVES disse...

Ora aqui está um sitio que tive oportunidade de visitar muito próximo da inauguração e tive exactamente a mesma opinião. Depois de ficar a saber que o Chef Miguel De Castro nem sequer trabalha no espaço apenas deu o nome no inicio mais facil se percebe que aquilo foi feito para facturar e apenas isso. è muito granel.

luispires disse...

da análise que faz do espaço e da ideia que tenho em como deve ser um restaurante (enquanto gestor turístico e hoteleiro), devo dizer que este espaço não será certamente uma das minha visitas mais próximas!

realmente a qualidade da comida é importante, mas a qualidade do serviço deve acompanhá-la e 'esforçados e simpáticos' não chega para bons empregados de mesa!

Luís Pires
lmppires@gmail.com